9 de set de 2013

MONTAGEM TEATRAL COMO MOTE DE PESQUISA E EXPERIMENTAÇÃO




Em meu terceiro ano na Descentralização meu trabalho foi se adaptando e se direcionando cada vez mais para a montagem cênica. Inicialmente partia de elementos da linguagem teatral para posteriormente pensar na elaboração da cena a ser apresentada no final do processo, percebi que quando chegávamos na cena é que o interesse pelos elementos como expressão corporal e vocal começavam a surgir. No segundo ano criei muitas cenas a partir de improvisação em pequenos grupos partindo de temas que eu estipulava como estímulos, mas como o grupo era muito instável só no último mês conseguimos elaborar uma cena criada através de improvisações das crianças com cadeiras, foi muito interessante a experiência e através da estrutura cênica consegui estimular a pesquisa de variações no texto, no corpo, ritmo, volume de voz e tudo o mais. Neste terceiro ano, radicalizo e parto do trabalho de montagem de textos curtos, iniciamos com a leitura dos textos, reflexão sobre o tema e partimos para a montagem das cenas.
Na oficina que desenvolvo no Ferrinho, serão 3 cenas: Entrevista de Emprego (autor desconhecido), Superstição Eu Não! (autor desconhecido) e Espelho Vaidoso de Marcus Di Bello. O trabalho inicia na primeira hora com todos os alunos em jogos de concentração, jogo e aquecimento e as duas horas seguintes em pequenos grupos direcionados para a montagem das cenas, ao final apresentamos o processo uns para os outros e conversamos sobre.
No final de agosto assumi a oficina no colégio Roque Gonzales com adolescentes, tive contato com o trabalho da turma desenvolvido pelo colega Rodrigo Scalari no ano passado, mantivemos contatos e consegui concretizar mais um ano de trabalho no colégio, agora sobre minha orientação. No Roque pretendo seguir com a proposta de montagem e no primeiro dia levei duas propostas de textos, ambos de comédia para que fossem lidos para semana que vem. A turma é grande, meus planos de montagem também e o tempo é curtíssimo, mas acredito no potencial da turma e dedicarei mais encontros para dar conta, não tenho dúvidas que será lindo!

oficinandos Ferrinho - Região Humaita

oficinandos Roque Gonzales - Região Centro Sul

Um comentário:

Poesia Inclusiva disse...

Adoro teatro! Que legal!! Bonito grupo. ;-)