22 de jul de 2013




Dinâmica de criação: Devolver perguntas ao texto. O  texto foi escolhido pela aluna. As perguntas devem ser poéticas, sem uma resposta objetiva, mas sugerindo uma reflexão.


Quanto aprendeu o papel aceitando tantas letrinhas?
A bagagem do viajante segue na estação ou segue viajando?
Quanto cura a claridade da poesia?
Aquele que não crê nos mistério da vida sabe guardar um segredo?
Qual o elo invisível entre o imaginário e  a lei?
Como cumprir  a sina das horas numa estrada torta? 
Os sapatos são como as serpentes, andam no chão?
Os frutos da minha árvore espargiram sementes, agora a sementinha sou eu?
Por que não se degusta o vinagre em cálice?
Por que quando achatados ficamos enormes?
Quem disse que o veneno não e divino na cura?
Quem usa o silêncio e ouve o barulho da alma é sábio ou mudo?
Se eu não tivesse pés como seriam meus passos?

Ida Franco
Oficina de Literatura – Cristal
Oficineiro Diego Petrarca

Nenhum comentário: