19 de set de 2010

Diário das aulas de artes visuais - Profe Luisa Gabriela





Exercício de desenho de observação com as turminhas da Vila do Campinho e da Vila dos Canudos

Uma atividade bastante interessante para todos foi o exercício de observação de "natureza morta". A natureza morta é um tema das artes visuais bastante tradicional. É, depois do Renascimento que o interesse pelo cotidiano na arte se projeta e o olhar do artista se volta para as coisas banais do cotidiano burguês. As frutas, vasos, uma mesa posta que serve de modelo para o exercício da pintura e até hoje - na pós-modernidade também são tema de artistas que extrapolam os seus limites da pintura ou do desenho.

Nesse exercício, inspirado pela minha experiência como aluna da Professora Umbelina Barreto - do Instituto de Artes da UFRGS, nós temos um modelo de frutas variadas, um grande papel que ficou colocado no chão e muita observação.

A atividade inicia com uma brincadeira de adivinhação através do tato - onde as crianças tinham que tocar nas frutas - sem vê-las e adivinhar seus nomes. Depois dessa divertida brincadeira nós cheiramos todas as frutas: abacaxi, maças, bananas, carambolas, bergamotas e etc. Depois então partimos para os desenhos. E, finalmente, a degustação. Foram alternados os desenhos de observação e a degustação das frutas, até que o desenho estivesse terminado e as frutas também.

Abaixo algumas fotos das atividades realizadas na Vila do Campinho (Cruzeiro) e na Vila dos Canudos (Glória) - respectivamente:


















Nenhum comentário: