18 de abr de 2016

Projeto Memórias da escola realiza mais uma formação de professores

No sábado, dia 16, a Descentralização da Cultura esteve na EEEM Oscar Pereira.




A formação de professores propõe, a partir do conceito patrimônio cultural, olhar a instituição e a comunidade a que serve.

A  história da escola Oscar Pereira inicia em 1960 durante o governo de Leonel Brizola. Nasce rural e vê as modificações do território onde esta inserida.


Seu patrimônio principal esta declarado: o aluno.



A formação geológica da cidade é paisagem cultural do local. São os morros da policia, da cascata, morro pelado e pedra redonda.




A paisagem em que se observam grandes pinheiros no topo do morro da cascata e as antenas do morro da policia são inspirações para a criação da mandala da escola.




Segundo os professores, a formação:

- ‘A formação é aberta, é horizontal. Permite o aprendizado pelos debates. Iniciativa a ser expandida.”  
Yuri S. Rapkiewicz

- “ Foi uma formação rica em detalhes, como a definição do conceito de patrimônio, bem como os tipos e a importância para as comunidades. Foi também um momento agradável e de fácil entendimento por profissionais de diversas  áreas de conhecimento.”
Profª Adriana Costa

- “ Relacionar o patrimônio ao nosso cotidiano e contexto é fundamental.”
 Profª Adriana Toniello Schonardie

- “Essa experiência colabora com a prática em sala de aula a medida em que o construtivismo é muito importante no processo de ensino-aprendizagem.”   
Prof Ricardo Pereira Pinto

Nenhum comentário: